Você tem um minuto para ouvir a palavra de Grace e Frankie?

“Diga-me o que realmente pensa.”

Tem mais ou menos um mês que comecei a assistir à série Grace and Frankie, por indicação de amigos (obrigada, Nathan e Gabriel) que souberam da minha recente admiração por Jane Fonda. A atriz estadunidense, de 81 anos, foi presa quatro vezes seguidas por causa do seu ativismo em protestos contra as mudanças climáticas. Na segunda prisão, eu já estava pesquisando tudo sobre Jane Fonda e comecei a descobrir a mulher incrível que ela é. Foi nesse clima aí que eu vi o primeiro episódio da série, da qual Jane também é a produtora, e me apaixonei completamente. A série conta ainda com a espetacular atriz Lily Tomlin, que interpreta a Frankie, uma mulher que vive a partir dos seus próprios códigos éticos e que tem uma filosofia hippie totalmente contrária ao que Grace viveu durante toda a sua vida. O que acontece logo no início, não é spoiler, é que os maridos de Grace e Frankie se tornaram sócios e há vinte anos são amantes. Robert e Sol decidem contar isso para suas esposas e famílias após 40 anos de casamento, porque querem, finalmente, ficar juntos sem se esconderem mais. Essa situação, que por si só é um grande drama, não muito distante da realidade de muitos homossexuais, é dividida com o público de uma forma linda, complexa, sem maniqueísmos, sem que as responsabilidades sejam escamoteadas, sabe. É uma bonita discussão sobre casamentos, sobre se conhecer e conhecer o outro, sobre poder ou não se mostrar, sobre o conflito de ser alguém que deseja dentro de uma sociedade que nos poda quase o tempo todo. Acho que o que me arrebatou de vez nesse primeiro episódio foi uma frase da Grace em que ela diz algo mais ou menos como: mas eu fiz tudo certo, eu criei as filhas dele, eu saí para fazer compras com a mãe dele. A personagem de Jane Fonda coloca em questão o tempo todo o porquê de seguirmos as convenções sociais que nos foram e nos são impostas. Menos pelos questionamentos em si, mais pelo confronto com a visão de mundo de Frankie. Apesar de tudo, as duas se apoiam e se tornam grandes companheiras nessa jornada. Na primeira temporada da série, elas estão na casa dos 70 anos.

Leitora. Professora. Escritora. Administra o instagram literário @literaleblog.

Leitora. Professora. Escritora. Administra o instagram literário @literaleblog.